Masthead header

Tradições * Traditions

Todas as famílias têm as suas tradições, passadas através dos tempos de Pai para filho, de Bisavô para Avô e por aí fora.
Mas parece que, neste mundo atarefado em que vivemos, mais tradições são perdidas, menos histórias são contadas à volta de uma lareira, menos reuniões de família acontecem. E agora que o Natal está quase à porta, esta perda de tradições é mais visível de dia para dia. Parece que de dia para dia fazemos menos esforços.
Mas eu sou uma fervorosa crente em tradições: aquelas que nos foram transmitidas através dos anos mas também daquelas que “damos à luz”. Sim, porque também nós podemos começar alguma coisa: primeiro uma pequena semente que acontece uma vez, explicada com amor e carinho e depois com o passar dos anos e a sua repetição e, com alguma sorte, podemos transformar um acto isolado numa tradição.
Não sei exactamente quando surgiu esta minha ideia, nem quando a comecei mas tenho a certeza que 4 crianças (bem 3 já não são crianças) esperam por ela todos os anos. Por isso a dado ponto no passado eu decidi oferecer aos meus Afilhados um Calendário do Advento feito por mim. Alguns anos mais simples, outros mais complexos, sempre com guloseimas e chocolates. Não tenho bem a certeza quantos já fiz até agora e não tenho fotografias da maior parte deles. Mas estou muito orgulhosa desta tradição que criei e que continuarei a fazer enquanto andar por aqui e eles deixem de ser crianças. Afinal de contas, não é esta uma coisa maravilhosa para ser recordada de fazer?
Estou ansiosa por este Natal. Pelas tradições que temos à anos mas também por aquelas que ainda são uma pequena semente. Tradições que nos confortam, que nos dão segurança que afinal o mundo ainda pode ser bom, mas para mim e especialmente no Natal, a Família é mesmo a minha tradição favorita que jamais deixarei de passar de geração em geração!

Every family has it’s own traditions, convied thru time from parent to child, from great grandfather to grandfather and so on. 
Each year, in this busy world we live in, more traditions are lost, less stories are told, less family gatherings happen. Now that Christmas is almost around the door, the loss of traditions is more visible every day. It looks like every year we make less of an effort. 
But I am a firm believer of traditions: the ones that have been passed on to you but also the ones you give birth to. Yes because we can also start something, first a small seed that happens one time, explained with love and care can be transformed into a tradition that maybe with a little luck can survive time and time again.
I don’t exactly know how this idea of mine started but I know it has become a tradition that four children (well three are no longer children) look forward for it every year. So at some point in the past I decided to give my four Godchildren a Calendar Advent made by myself. Some years simpler, others more complex, always with candies and chocolates. I am not sure how many different ones I have done so far and I don’t have photos of most of them. But I am really proud of this tradition that I will keep on doing until I am gone and they, of course, are no longer children. After all, isn’t that something you would love to be remembered by?
I look forward for this Christmas. For the traditions that we have had for years but also for the ones that are still a small but growing seed. Traditions that will comfort us and give us insurance that the world can still be a good place but for me and most of all that Family is my favorite tradition that I will keep on passing from generation to generation!

Calendário do advento de 2012! * 2012 Advent calendar!


Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*